Ouça ao vivo
no ar
Sabadão de Sucesso
Com Nairon Miranda

Suzano desenvolve projeto para fortalecimento das aldeias Pataxós no Extremo Sul da Bahia

Iniciativas contemplam 15 aldeias nos municípios de Prado, Itamaraju e Alcobaça
Suzano desenvolve projeto para fortalecimento das aldeias Pataxós no Extremo Sul da Bahia
20 ABR 2021
09:35

Na semana em que se celebra o Dia do Índio – 19 de abril – a Suzano reafirma o compromisso com a promoção de ações de valorização da cultura e respeito à causa indígena. A empresa vem intensificando seu relacionamento com as aldeias Pataxós no Extremo Sul da Bahia, por meio de diálogo constante e transparente, garantindo uma escuta qualificada, além da estruturação de programas de educação e investimentos voltados à agricultura familiar. Ao todo, 15 aldeias participam das ações, sendo 13 do município de Prado, 1 em Itamaraju e 1 em Alcobaça.

 

Na área da educação, a Suzano desenvolve desde 2019 o Projeto Kijêtxawê (educação em idioma próprio: Patxôhã), que inclui a doação de materiais escolares. Para o mês de maio, está prevista a entrega de 1.500 kits escolares, que vão contemplar todas as crianças e adolescentes matriculados nas escolas indígenas da área de atuação da empresa.

 

Contribuindo para a valorização e resgate da cultura Pataxó, em janeiro deste ano a Suzano apoiou as Aldeias Trevo do Parque e Canto da Mata, com a aquisição de materiais para reforma e construção, atendendo a dois Centros Culturais Pataxós (Kijeme). 

 

O desenvolvimento da produção agrícola familiar nas comunidades indígenas também é uma das frentes em que a Suzano atua. Em fevereiro deste ano a Companhia realizou a doação de uma grade aradora para a Aldeia Kaí, em Cumuruxatiba (Prado), para auxiliar as atividades de preparo de solo. A Suzano também doou insumos agroecológicos (fosfato reativo) e mudas ativas para a Aldeia Águas Belas.

 

E visando fortalecer o desenvolvimento de estruturas comunitárias nas aldeias Pataxós, a Suzano também oferece apoio ao deslocamento das comitivas de lideranças indígenas que visam a busca continua da garantia dos direitos fundamentais.

 

“A Suzano vem consolidando o seu apoio aos indígenas do Extremo Sul da Bahia, incentivando a educação, a preservação da cultura e estimulando a agricultura familiar, com o objetivo de promover a segurança alimentar e ampliar a renda nas aldeias. Os pilares dos projetos foram criados com base em um diagnóstico realizado com comunidades da região e as iniciativas estão alinhadas com os direcionadores de cultura da Suzano, dentre eles o de que só é bom para nós se for bom para o mundo. A Suzano reconhece a importância do povo indígena e a sua história e quer intensificar ainda mais as iniciativas em parceria com as comunidades”, afirma Douglas Peixoto, coordenador de Desenvolvimento Social na Suzano.


Comentários Para comentar esta notícia é necessário entrar com seu login no FACEBOOK. Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.