Ouça ao vivo
no ar
A Voz do Brasil
Com Brasil

Programa Semear: Suzano conclui capacitação de 60 fornecedores da área de logística no Sul na Bahia

Realizada ao longo de 2020, a iniciativa capacitou micro e pequenos fornecedores em aspectos relacionados à gestão eficiente do negócio
Programa Semear: Suzano conclui capacitação de 60 fornecedores da área de logística no Sul na Bahia
21 DEZ 2020
10:49

 

A Suzano, em parceria com o Sebrae-BA, realizou a cerimônia de encerramento da primeira turma do Programa Semear (Programa de Desenvolvimento e Capacitação de Micro e Pequenos Fornecedores) no Extremo Sul da Bahia. A Unidade Mucuri (BA) foi a primeira da Suzano a desenvolver o projeto, implementado na região em dezembro de 2019. Hoje a iniciativa também é desenvolvida nas unidades da Suzano no Maranhão e no Espírito Santo.

 

A cerimônia contou com a presença dos participantes do programa, a Consultora de Gestão de Fornecedores da Suzano, Daniela Datrino, Alan Brehmer, Gerente Executivo Operações Florestais na Suzano e o gerente regional do Sebrae/BA, Alex Brito.

 

Visando o fortalecimento do setor e o desenvolvimento regional, o Semear apoiou, durante o primeiro ano de atividades, 60 microempresas da região que prestam serviços na área de logística. Foram 10 encontros, entre aulas, consultorias individuais, oficinas de gestão financeira e palestras. Com o isolamento social, por conta da pandemia do novo coronavírus, os módulos foram adaptados e realizados em formato on-line para dar continuidade ao programa. “Foi um ano desafiador para todos, não imaginávamos ter tantas dificuldades. Mas aprendemos que é preciso quebrar velhos paradigmas e nos reinventamos”, afirma o gerente regional do Sebrae/BA.

 

A iniciativa do Programa Semear está alinhada à cultura da Suzano de gerar e compartilhar valor com a sociedade. O programa tem o objetivo de fomentar a sustentabilidade financeira da cadeia de suprimentos, ampliando a qualificação de atuais ou potenciais fornecedores locais, incentivando o crescimento estruturado por meio de boas práticas de gestão, inovação e princípios de responsabilidade legal e socioambiental adotados pela Suzano. Para isso, o programa levou, sem custo aos participantes, orientações sobre temas importantes para o micro e pequeno empreendedor, que contribuem para eficiência, redução de perdas, melhoria da qualidade e redução dos custos.

 

Ruan Oliveira Fazolo, proprietário da Fazolo Transporte, em Itabatã (distrito de Mucuri), é um dos formandos da primeira turma. “Aprendi muita coisa neste ano e já coloquei em prática. O conteúdo sobre controle de finanças ajudou muito a me organizar e ter melhor visão de toda a minha movimentação financeira. Tive que me adaptar aos encontros virtuais, mas foi ótimo, o modelo acabou trazendo mais flexibilidade”, relata o fornecedor da Suzano.

A forma de explicação usada pelos profissionais foi um dos pontos destacados por Fernanda Moreira Souza, da Higma Transportes Eireli, também de Itabatã. “Isso me motivou a querer uma empresa organizada. Aprendi assuntos de extrema importância para uma empresa, como os melhores métodos de organização financeira, os documentos que devemos colocar sempre em dia para não pagarmos multas desnecessárias, entre outros. Cada encontro foi um aprendizado diferente”, destaca a fornecedora.

A Consultora de Gestão de Fornecedores da Suzano, Daniela Datrino, ressalta que o saldo da primeira turma formada pelo Programa Semear é muito positivo. “Estamos felizes com a formação da primeira turma. O projeto nasceu no Extremo Sul da Bahia, trouxe bons resultados para a Suzano e empresas participantes e foi ampliado para outras regiões do Brasil. Nossos parceiros já sentiram esse impacto na gestão e tiveram ganhos incrementais em produtividade de transporte. Concluímos esse ciclo, mas o Semear não para por aqui. Criamos um espaço para falar com os participantes, um canal em nosso portal de relacionamento, que será dedicado a treinamentos e conteúdo especial para dar continuidade ao desenvolvimento do programa”, finaliza Daniela.

 


Comentários Para comentar esta notícia é necessário entrar com seu login no FACEBOOK. Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.