Ouça ao vivo
no ar
SERTANEJO CLASSE A
Com -

Hoje é São João!!! 24 de Junho

As festas juninas são bem emblemáticas porque trazem essa alegria da devoção. A colheita é vida, então, a festa junina traz isso.
Hoje é São João!!! 24 de Junho
24 JUN 2022
14:39

Depois de Santo Antônio, o "santo casamenteiro", no dia 13, São João dá continuidade às celebrações no mês de junho. Ele é o segundo —e, provavelmente, o mais conhecido— religioso homenageado nas festas juninas. São Pedro e São Paulo, no dia 29 de junho, finalizam as comemorações mais conhecidas.

Mas, afinal, quem foi São João e por que a fama deste santo é tão grande, a ponto de cidades como Campina Grande, na Paraíba, e Caruaru, em Pernambuco, quererem para si o título de donas do "maior São João do mundo"? Quem foi São João? São João é João Batista, o homem que, de acordo com a Bíblia, batizou Jesus Cristo. Ambos teriam sido parentes, já que suas mães, Maria (de Jesus) e Isabel (de João Batista) seriam primas. João Batista era só seis meses mais velho do que Jesus, mas pavimentou o caminho pelo qual percorreria a grande figura católica. "Ele se tornou um profeta que anunciou Jesus Cristo como o Cordeiro de Deus.

Ele tinha influência como pregador. Tanto que ele é conhecido nas tradições bíblicas como a voz que grita no deserto e é testemunha da luz, que é Jesus", explica Felipe Cosme Damião Sobrinho, padre e professor na faculdade de teologia da PUC. A origem das festas Como a data do nascimento de São João Batista foi convencionada, é possível supor que, a exemplo da Páscoa, o dia de São João foi ressignificado.

Historicamente, o 24 de junho cai dias após o solstício de verão no hemisfério Norte. "As festas, na Europa, estão ligadas à colheita. São festas pagãs, mas não há como precisar, historicamente, como isso começou. Posteriormente, por volta do século 12 ou 13, o catolicismo se apropria e insere o tempo litúrgico nessas festas", afirma Valéria Rocha Torres, doutora em ciências da religião pela PUC-SP, mestre em história pela Unicamp (Universidade Estadual de Campinas) e professora da Unipinhal.

 

A festa de São João, então, ganhou corpo dentro da Igreja Católica. Quando os portugueses chegaram ao Brasil, a partir de 1500, trouxeram, além das tradições católicas, as festividades religiosas. "Os portugueses tinham as chamadas festas joaninas. No Brasil, fomos secularizando e transformamos em festa junina, de mês de junho. Há grandes influências da cultura indígena nos alimentos à base de milho, mas se conserva a tradição portuguesa e europeia das quadrilhas", acrescenta Enrique de Souto. A força de São João, sobretudo na região Nordeste do Brasil, tem ligação com a colonização do Brasil. Lá houve um enraizamento da cultura portuguesa, com São João sendo forte principalmente.


Comentários Para comentar esta notícia é necessário entrar com seu login no FACEBOOK. Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.