Ouça ao vivo
no ar
Café com SUCESSO
Com André Santos

Caminhoneiros fazem bloqueios em rodovias de ao menos 15 Estados do país

Em São Paulo, rodovias Anhanguera, Régis Bittencourt, Rodoanel Sul e Dutra têm passagem impedida por caminhões; manifestantes demonstram apoio a Bolsonaro e pedem impeachment de ministros do STF
Caminhoneiros fazem bloqueios em rodovias de ao menos 15 Estados do país
09 SET 2021
09:43

A quinta-feira, 9, começa com pontos de interdição em estradas de pelo menos 15 Estados: Santa Catarina, Rio Grande do Sul, Paraná, Espírito Santo, Mato Grosso, Goiás, Bahia, Minas Gerais, Tocantins, Rio de Janeiro, Rondônia, Maranhão, Roraima, São Paulo e Pará. Segundo o Ministério da Infraestrutura, a ocorrência de veículos parados reduziu 10% desde o último boletim da madrugada. A pasta ainda informa que, no momento, não há mais pontos de interdição de pistas na malha rodoviária federal, apenas um protesto pela causa indígena na BR-174, em Roraima. As vias estão sendo interditadas por caminhoneiros, que demonstram apoio ao presidente da República, Jair Bolsonaro, pedem o impeachment de ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) e, em alguns locais, reclamam da alta taxa do ICMS em cima dos combustíveis.

 
Em São Paulo, pelo menos quatro importantes rodovias estão ocupadas por manifestantes. Um dos pontos de bloqueio total foi registrado na Anhanguera, na altura do município de Limeira. O motorista pode fugir da interdição pela rodovia dos Bandeirantes, que, segundo a concessionária, está livre para o tráfego. Na região metropolitana foram registrados problemas na Régis Bittencourt, onde caminhões estão impedindo totalmente a passagem de outros veículos na região de Embu das Artes, e no Rodoanel Sul, com uma manifestação que se concentra na região de Riacho Grande. O sistema Anchieta-Imigrantes está normal. No entanto, em outros pontos como da Presidente Dutra, a pista Sul está bloqueada para caminhões na região de Caçapava. Os demais veículos conseguem passar de forma livre pela rodovia.


Comentários Para comentar esta notícia é necessário entrar com seu login no FACEBOOK. Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.