Programa

Super Hits

Locutor

Ecles Henrique

Irmão de atirador de Las Vegas diz que família está chocada

Uol 2 outubro 2017 12:33:48

Stephen Paddock, suspeito do ataque em Las Vegas

(Foto: Reprodução)

A família do idoso Stephen Paddock, principal suspeito do tiroteio que matou dezenas e feriu centenas em Las Vegas (Estados Unidos), ficou chocada ao saber da notícia do envolvimento do homem de 64 anos, segundo contou o irmão dele à imprensa.

“Nós estamos completamente chocados. Não nós conseguimos entender o que aconteceu. Não temos absolutamente nenhuma ideia (do motivo)”, disse Eric Paddock, que mora em Orlando, à CBS. “O fato de ele ter todas aquelas armas é… De que raios ele pegou aquelas armas automáticas? Ele não tinha histórico militar nem nada disso. Era só um cara que vivia em casa em Mesquite, dirigia e apostava em Las Vegas, comia burritos. Ele era meu irmão, e é como se tivesse caído um asteróide do céu”.

Em entrevista ao Daily Mail, ele ainda afirmou que a família não tinha ideia de nada e que o irmão era apenas “uma pessoa normal”. “Ele era apenas um cara. Algo aconteceu, ele pirou ou algo assim”, afirmou, acrescentando que Stephen não tinha dado nenhum sinal de que faria algo assim, além de garantir que ele não tinha ideologia política ou religiosa. “Nós não sabemos de nada. Estamos chocados”.

Ao Orlando Sentinel, Eric completou: “Não conseguimos entender o que aconteceu”. Ele ainda informou que a última vez que falou com o irmão foi depois do furacão Irma, há quase um mês.

Considerado o maior ataque em massa por tiros nos Estados Unidos, o episódio deixou, segundo a polícia, 50 pessoas mortas e 400 feridos. Stephen atirou contra o público da janela do 32º andar do cassino Mandalay Bay, em frente ao local onde acontecia o show. Ele foi achado morto no quarto após a polícia arrombar a porta do local. A suspeita é que ele tenha se matado com um tiro. Havia pelo menos dez armas com ele. Ainda não há informações sobre a motivação do ataque.

Embora o caso não esteja sendo tratado como um atentado terrorista, o Estado Islâmico reivindicou a autoria do ataque alegando que o atirador se converteu ao islã há alguns meses. Ainda não há confirmação disso e alguns especialistas cogitam que seja apenas uma estratégia do EI de ganhar visibilidade.

Comentários

Para comentar esta notícia é necessário entrar com seu login no FACEBOOK.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.