Programa³

--

Locutor

--

Imprensa europeia compara gol de Neymar a Ronaldinho e Messi: “Genialidade”

Uol 18 outubro 2017 20:26:02

Liga dos Campeões

Quando Neymar bateu a falta por baixo da barreira, marcando o terceiro gol do PSG sobre o Anderlecht nesta quarta-feira, a comparação era inevitável. A cobrança de falta rasteira, com a bola passando por baixo da barreira que salta, é quase uma marca registrada do jogador revelado pelo Grêmio e que, como o próprio Neymar, foi astro em Paris e Barcelona.

O Mundo Deportivo, por exemplo, disse que Neymar “bateu uma falta de Ronaldinho”: “Rasteira, surpreendendo o goleiro Sels”. O As foi mais direto: “Direto para o gol, por baixo da barreira. Genialidade do brasileiro”.

O catalão As aproveitou a história do Barcelona para elogiar o atacante. “O gol de Neymar em bola parada evoca a imagem de célebres cobradores do Barcelona, como Ronaldinho e Messi, especialistas em colocar a bola por baixo da barreira. Momento de muita habilidade do camisa 10 do PSG”.

“PSG não precisa mais jogar bem”

Na França, os jornais elegeram Mbappé como o melhor do jogo e afirmaram que o time não precisa mais brilhar para aplicar uma goleada. “Na Bélgica, o PSG não jogou bem. Mas também não parece precisar disso nesta temporada, contando com um trio de atacantes de classe mundial que lembra o Barça até o início da temporada ou o Real desde 2013, quando Bale chegou. Neymar, Mbappé e Cavani, completamente livres de tarefas defensivas, têm toda a energia necessária para fazer o que fazem de melhor: marcar os gols”, elogiou o L’Equipe.

O jornal francês ainda ressaltou um recorde de Cavani, “o terceiro jogador a marcar em sete jogos consecutivos da Liga dos Campeões”, igualando Cristiano Ronaldo e Ruud van Nistelrooy.

Comentários

Para comentar esta notícia é necessário entrar com seu login no FACEBOOK.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.