Programa

Café com Sucesso

Locutor

André Santos

Brasileiro de 26 anos concorre ao prêmio de Melhor Professor do Mundo

Um professor brasileiro de 26 anos ficou entre os dez finalistas do Global Teacher Prize, o maior prêmio dedicado à categoria. Caso fique em primeiro colocado da lista, o capixaba Wemerson da Silva Nogueira vai levar, além do título de melhor professor do mundo, US$ 1 milhão, pago pela Varkey Foundation.

Uma das iniciativas que levaram Wemerson a ser indicado ao prêmio foi a criação de um pequeno laboratório para aulas práticas em uma escola periférica de sua cidade. “Em três anos, conseguimos transformá-la em uma das melhores escolas do município”, disse o professor à revista Época. De 2011 a 2015, o Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) da instituição foi de 4,8 a 5,2, acima da média estipulada para 2015, de 4,4.

Wemerson ainda ensinou a tabela periódica por meio de canções e criou um aplicativo para dar aula de química de maneira lúdica aos estudantes – que premiou a escola na qual lecionava com um pequeno laboratório. Além destes projetos, sua criação principal, que lhe rendeu o título de Educador do Ano em 2016, foi feito com alunos de uma escola estadual de Boa Esperança, no Espírito Santo.

Juntos, ele e os alunos construíram um filtro à base de areia que, por meio de um processo de oxidação, retira da água grande quantidade de manganês e ferro – substâncias responsáveis por contaminar o Rio Doce após o rompimento da Barragem do Fundão, em Mariana. Atualmente, o filtro é usado por cerca de 200 pessoas, que reutilizam a água para uso doméstico, em Regência, Espírito Santo.

FONTE: METRO1

Comentários

Para comentar esta notícia é necessário entrar com seu login no FACEBOOK.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.